O Coroa Metade é voltado para pessoas maduras, a partir de 40 anos, que procuram na Internet alguém com valores e objetivos semelhantes, lança hoje, 12 de janeiro, o Dia dos Namorados, seu aplicativo.  Em quatro anos e meio de existência, o Coroa Metade chegou à marca de 223 mil cadastros e 47 casamentos realizados. Entre as novidades do App Coroa Metade, agora os usuários podem encontrar outros usuários que estão próximo à sua localização. “Não compartilhamos a localização das pessoas, por uma medida de segurança. Essa funcionalidade serve apenas para o usuário saber quais as pessoas que estão próximas e talvez priorizá-las, facilitando as conexões e encontros”, afirma o idealizador e diretor do Coroa Metade, Airton Gontow, que acrescenta: “além disso, agora quando duas pessoas se flertam mutuamente (um Match), podem conversar gratuitamente”.

 

Tela do aplicativo do Coroa Metade

Tela do aplicativo do Coroa Metade

O Coroa Metade (www.coroametade.com.br), voltado para pessoas a partir dos 40 anos, anuncia para hoje, o Dia dos Namorados, 12 de junho, o lançamento do seu App*. Em quatro anos e meio, o site de relacionamento chegou à marca de 223 mil cadastros e 47 casamentos realizados.  O Coroa Metade foi criado pelo jornalista Airton Gontow com base na sua história pessoal e também nas histórias de amigos que estavam solteiros ou separados aos 40 anos e vivenciaram as dificuldades para se encontrar pessoas para uma relação estável. “Já temos 94 pessoas que deixaram o site porque encontraram um parceiro ou parceira! Isso sem contar as pessoas que saíram do site e não disseram o motivo. É Fantástico. É gratificante. Digo sempre que devo ser um caso raro de empresário, porque festejo a cada cliente que perco”, afirma Gontow.

No ano passado, o número de pessoas que acessam o site através de dispositivos móveis (smartphone e tablet) ultrapassou o desktop, assim como tem acontecido em relação ao uso da Internet em praticamente todo o mundo. “As pessoas teclam e conversam pelo mobile nas mesas, nos parques e mesmo caminhando nas ruas. Não querem esperar chegar em casa para se conectar.  E o público maduro não é diferente disso”, diz Gontow, que acrescenta: “Nós do Coroa Metade nos beneficiamos desse movimento, primeiro com uma plataforma plenamente adaptada para essa utilização”. Segundo o diretor do Coroa Metade, a expectativa é que o Coroa Metade cresça 200% em número de usuários no período de um ano. “Depois que o site se tornou responsivo (utilizável por smartphone e tablet), de janeiro de 2016 a maio de 2017 o número de cadastros aumentou de 92 mil para 223 mil pessoas, mesmo em um período bem difícil para a economia do País”, diz.

Gontow projeta que o Coroa Metade chegará a 700 mil usuários até junho de 2018. “Um dos nossos grandes desafios será atrair, proporcionalmente, um número maior de homens. Temos hoje 38% de homens e 62% de mulheres. Isso porque quando uma mulher gosta do site, ela conta para dez ou mais amigas. Já o homem não conta para ninguém. E não é por medo de concorrência, mas por temor sobre o que o amigo dirá. Tem receio que o amigo diga: ‘Cara, você é um banana? Precisa de um site para conhecer mulher? Deixa que eu te ensino como é que se chega em uma mulher!’ Além disso, de maneira geral, a mulheres entram no site quase todos os dias e os homens só uma ou duas vezes por semana”, conta o diretor do site.

Entre as novidades do App Coroa Metade, agora os usuários podem encontrar outros usuários que estão próximo à sua localização. “Não compartilhamos a localização das pessoas, por uma medida de segurança. Essa funcionalidade serve apenas para o usuário saber quais as pessoas que estão próximas e talvez priorizá-las, facilitando as conexões e encontros entre as pessoas.  Além disso, agora quando duas pessoas se flertam mutuamente (um Match), podem conversar gratuitamente”, afirma o diretor do site.

Segundo Airton Gontow, tudo foi feito de maneira clean para facilitar o cadastro e navegação do usuário do Coroa Metade, que muitas vezes têm dificuldade na usabilidade de aplicativos. “Apesar das novidades, continuaremos a fazer através da nossa equipe a aprovação dos perfis e fotos, sempre pensando na segurança do usuário”, conta Gontow.

Airton Gontow, idealizador e diretor do Coroa Metade

Airton Gontow, idealizador e diretor do Coroa Metade

O Coroa Metade segue o modelo de matchmaker, sites de encontros, surgidos nos EUA, onde as pessoas preenchem amplos cadastros antes de começar a teclar. O objetivo é traçar o perfil pessoal do eventual parceiro (a) e assim aumentar as chances de encontrar alguém que realmente valha a pena.

O cadastro no site é gratuito, mas existe uma assinatura (conta Premium) que dá diversas vantagens, como acesso ao chat, aparecer antes nas buscas, saber quem viu o perfil e se comunicar com todos os usuários do site, mesmo com quem não é pagante. O preço da assinatura mensal do Coroa Metade vai de R$ 18,90 a R$ 37,90, dependendo do prazo e forma de pagamento. A assinatura de apenas um mês sai por R$ 37,90. A trimestral sai por R$ 74,70 (em até 3 X de 24,90 com cartão de crédito) e a semestral à vista por R$ 113,40 (que equivale a R$ 18,90 por mês, ou seja, 50% de desconto em relação ao preço da assinatura mensal) ou R$ 125,40 a prazo (em até 6 X de 20,90, com cartão de crédito). O Coroa Metade dá de presente a “degustação” da assinatura por uma semana. Para ativar a degustação, não é necessário colocar nenhum número do cartão de crédito.  “Não é uma pegadinha. E sim um presente para o usuário conhecer o serviço”, afirma Gontow.   

O nome Coroa Metade foi uma grande sacada, por resumir em duas palavras o objetivo do site e, claro, remeter à conhecida expressão “procuro pela minha cara metade”. Mesmo assim, Gontow só decidiu que esse seria mesmo o nome após meses de exaustivas pesquisas de opinião em diferentes lugares de São Paulo e Porto Alegre, sua cidade natal. “Vimos que algumas pessoas não querem ser chamadas de coroas, mas o nome teve 84% de aprovação.  Foi a informação que precisávamos para lançar o site. De maneira geral, as pessoas percebem que é um nome carinhoso e, acima de tudo, hoje a moda não é esconder a idade, mas mostrar que tem saúde e qualidade de vida, na idade que a pessoa tem”, afirma.

“Constatamos também, em nossas pesquisas e encontros realizados com grupos que têm o perfil do site, que a idade torna as pessoas mais seletivas. O site é procurado basicamente por homens e mulheres que não têm tempo a perder em encontros sem sentido, mas que ainda acreditam que é possível encontrar a sua coroa metade”, conta Gontow, que acrescenta: “Buscamos garantir aos nossos usuários a oportunidade de conhecer com discrição, foco e privacidade pessoas interessantes, com os mesmos valores e objetivos, para compartilhar a dois os grandes momentos da vida”.

 

*Nesta segunda-feira, 12 de junho, o Dia dos Namorados, será lançado o App do Coroa Metade para Android. Até o final do mês de junho será lançado o aplicativo para iOS (iPhone).

 

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS