Quase desenganado pelos médicos ao nascer,  em 11 de fevereiro de 1657, o escritor Frances Fontenelle teve sempre problemas de saúde, mas viveu, e bem!, 100 anos (faleceu no dia 9 de janeiro de 1757).    Sua receita para a longevidade estava em evitar emoções fortes e depressivas.,  para proteger sua saúde e paz. Aqui está a receita* de Fontenelle que, claro, é fácil de ler…e difícil de praticar.

1 – Não tema o futuro. Frequentemente  nos sentimos mal, imaginando e temendo calamidades que nunca chegam a acontecer;

2 – Não exagere nos seus infortúnios. Considere-os objetivamente e enfrente-os com coragem.  Lembre-se ao mesmo tempo de todas as coisas boas que possui;

3 – Não se torne vitima da agitação . Não perca o controle de seus nervos. Mantenha-se senhor de si;

4 – Não se entregue a sentimentos  mesquinhos: inveja, ódio, gula, ciúme…eles não nos trazem vantagens e tornam-nos enfermos e infelizes;5 – Não procure ser perfeito, e não espere que os outros sejam

5 – Não procure ser perfeito, e não espere que os outros sejam

6 – Seja moderado em tudo.

*Do livro “Os Mais Belos Pensamentos de Todos os Tempos”, de Mansour Challita, quinto volume.

Dica da redação do Jornal “Coroa Metade”:  se não conseguir seguir à risca a receita de Fontenelle em 2013, não tem problema.  Lembre-se do sexto item:  “seja moderado em tudo”…até para cumprir os conselhos de Fontenelle…

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS