Por Carlos Gontow

É normal quando você está em uma sala de aula pensar: “o André fala inglês muito melhor do que eu.” Ou: “a Joana entende muito mais do que eu”. Ou até: “aquele ali não sabe nada. Eu sou muito melhor do que ele”. A mesma coisa acontece quando você está falando inglês em um grupo de amigos. Comparações acontecem.

No entanto, isso não faz muito sentido. Cada pessoa aprende em um ritmo diferente. Muitas vezes, alunos de um mesmo nível e de uma mesma turma aprendem em ritmos diferentes.

Procure não se comparar aos outros. Pense em você! O que você sabia há um mês? O que você sabia há uma semana? O que você sabe hoje? Como está sendo o seu progresso?

O importante é você estar sempre progredindo e sabendo cada vez mais. Se você não entendia nada quando via um filme em inglês e hoje já entende uma palavra, isso já é uma medida do seu sucesso. Na próxima vez, quem sabe você entenderá duas ou até três palavras. Não é um grande progresso?

Você pode perceber também que haverá assuntos que você aprenderá mais rapidamente que outros. Isso é normal e o mesmo acontece com os seus colegas. Às vezes, você será o primeiro a entender um determinado ponto gramatical. Às vezes, será o último. Isso só serve para comprovar que cada pessoa é diferente.

O que vou contar agora aconteceu comigo mesmo. Quando quis tirar a minha carteira de motorista pela primeira vez, precisei matricular-me em uma autoescola. Eu nunca tinha dirigido antes. Eu não tinha um pai que me ensinasse a dirigir e minha mãe também não tinha tempo para me ensinar.

Tive que aprender tudo na autoescola. Sabe quantas aulas fiz até aprender? Vinte e sete! Meus amigos, em sua maioria, fizeram poucas aulas e logo já estavam dirigindo. Eu demorei mais. Será que eu era mais burro do que os outros? Será que não tinha talento para dirigir? Claro que não é isto! Tanto que hoje dirijo e dirijo bem. (Não pergunte aos meus familiares o que eles acham disso!). Acontece apenas que o meu ritmo de aprendizado foi diferente. Demorou um pouco mais para eu coordenar os movimentos dos pés e das mãos. Isso acontece com todos. E em todas as áreas.

Vá em frente, acredite em você, que você chega lá. Afinal, até eu cheguei…

Até a próxima!

(Adaptado do blog “Dicas Para Aprender Inglês”)

Escritor, ator, diretor de teatro e blogueiro, Carlos Gontow é professor de inglês há 26 anos. Trabalha com ensino de inglês através de teatro, música e jogos. Tem experiência no ensino de crianças, adolescentes e adultos. Também dá cursos e ministra palestras de treinamento para professores de inglês. É ator e diretor de peças de teatro em inglês. É autor dos livros “The Classroom is a Stage – 40 Short Plays for English Students” (215 páginas, R$ 62,00 em media) e “101 Dicas Para Você Aprender Inglês Com Sucesso” (344 páginas, R$ 58,00 em média) ambos publicados pela DISAL Editora. É também autor do blog “Dicas Para Aprender Inglês” (http://dicasingles.wordpress.com)  – dicas preciosas, que também são publicadas em nosso jornal.

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS