Após a exibição, a jornalista, apresentadora, escritora, blogueira, roteirista e física Rosana Hermann fala sobre o filme e debate com o público. O evento, que acontece sempre no primeiro domingo de cada mês, acontece excepcionalmente no segundo domingo de julho, dia 14, das 15h às 18h. A entrada é franca.

 

Rosana Hermann

Dentro do Núcleo de Redes Sociais do Museu da Imagem e do Som (MIS), de São Paulo, a  #RedeMIS  faz no dia 14 de julho, domingo, das 15h às 18h, o quinto evento do ciclo #CineCiência, série de apresentações de filmes, seguidas de debates, abordando a interface entre o Cinema e a Ciência.  O filme exibido será “Matrix”, produção norte-americana e australiana, de 1999, história de ficção científica e ação, dirigida pelos irmãos Wachowski, com música composta por Don Davis e protagonizada por Keanu Reeves, Laurence Fishburne. Earrie-Anne Moss, Joe Pantoliano, Gloria Foster e Hugo Weaving.

Matrix, clássico da ficção científica

Após a exibição, a jornalista, apresentadora, escritora, blogueira, roteirista e física Rosana Hermann fala sobre o filme e debate com o público.

O filme foi escrito como uma trilogia. Lançado ao final de década de 90, com um custo de U$ 65 milhões, Matrix rendeu mais de U$ 456 milhão. Já Matrix Reloaded, lançado em 2003, custou U$ 127 milhões e atingiu a marca de U$ 740 milhões, tornando-se um dos filmes mais assistidos de todos os tempos. Foi o primeiro filme visto por mais de 100 milhões de pessoas em um único final de semana.  Também o terceiro filme, Matrix Revolutions foi um sucesso mundial.

Matrix é uma obra multimídia. Além dos filmes, há também nove desenhos animados, chamados Animatrix, histórias em quadrinhos (lançadas somente nos Estados Unidos) e o jogo Enter the Matrix.

Na história que abre a trilogia, em um futuro não muito distante, Thomas Anderson (Keanu Reeves), jovem programador de computador que vive em um apartamento acanhado, passa a ter imensos e constantes pesadelos, nos quais está conectado por cabos e contra sua vontade, em um imenso sistema de computadores do futuro. Ele sempre acorda, atônito e gritando, no momento em que os eletrodos estão para penetrar em seu cérebro. À medida que o sonho se repete, Anderson começa a ter dúvidas sobre a realidade.

Keanu Reeves

Tudo começa a se esclarecer através de misteriosos encontro com  Morpheus (Laurence Fishburne) e Trinity (Carrie-Anne Moss). Thomas descobre que é, assim como praticamente toda a humanidade, vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia.

Para Morpheus e outras pessoas que lutam pela liberdade, Thomas é Neo, o esperado messias, que poderá lutar e derrotar o Matrix (muitas vezes personalizada pelo agente Smith, interpretado por Hugo Weaving), levando as pessoas de volta à consciência e à liberdade.

Sobre o #CineCiência

Os encontros do #CineCiência acontecem desde março, no primeiro domingo de cada mês (com exceção deste mês, julho, marcado para o segundo domingo), sempre com a apresentação de um clássico, comentado por um especialista na área científica em questão e com a mediação de José Luiz Goldfarb, coordenador da #RedeMIS, que desta vez não estará presente. O debate é sempre transmitido via Twitter, permitindo que pessoas que mais pessoas possam participar.

Lançada em 2010, a #RedeMIS, núcleo de atividades voltadas para a difusão e debate sobre as redes sociais, já realizou quase uma centena de oficinas sobre o uso e aplicação do Twitter em diversas áreas de atuação. Organizou calorosos debates sobre o significado e consequências das novas mídias digitais nas vidas pessoais e profissionais. “Um ponto esteve sempre em evidência em nossa experiência: o caráter multifacetado no novo mundo que se apresenta no horizonte”, diz Goldfarb. “E foi justamente buscando desenvolver este conceito que lançamos o ciclo #CineCiência, que visa estabelecer um diálogo entre diversas atividades humanas, como a interface entre a Sétima Arte e a Ciência”, completa Goldfarb.

De acordo com o coordenador da #RedeMIS, é possível conhecer como diretores levaram para a telona o fantástico das novidades científicas e tecnológicas.

 

Ficha Técnica

Nome: #CineCiência (filme e debate)

Filme: Matrix  (135min) Reino Unido, 1999, dirigido pelos irmãos Wachowski,  com trilha sonora de Don Davi, com elenco formado por nomes como Keanu Reeves (Thomas Anderson) Laurence Fishburne (Morpheus), Carrie-Anne Moss(Trinity), Joe Pantoliano (Cypher), Gloria Foster (Oráculo) e Hugo Weaving (Agente Smith).

Quando: todo o primeiro domingo de cada mês, com exceção de julho, em que acontece no segundo domingo;

Exibição: dia  14 de julho, a partir das 15h (a previsão é que o evento termine às 18h)

Especialista convidada para o dia 14: Rosana Hermann.

Onde:  Auditório LabMIS do Museu da Imagem e do Som (MIS), na avenida Europa, 158 – Jardim Europa – São Paulo – tel: 11-2117-4777 – www.mis.sp.org.br

Número de lugares:  60

Entrada: franca (retirada do ingresso uma hora antes do início do filme).

Público-alvo: Pessoas apaixonadas por Ciência e Cinema, assim como estudantes de Letras e de Jornalismo, jornalistas e pessoas interessadas em debater mídias sociais.

Inscrições: 11-2117-4777, ramal 402

Estacionamento conveniado: R$ 8,00 (é necessário carimbar na recepção).

Acesso e elevador para cadeirantes

Ar-condicionado: sim

Realização: #RedeMIS

Apoio: Fundação Santa Maria

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS