O surgimento da profissão de barista e suas técnicas, assim como a história e mercado do grão, são abordados no novo volume da série “Sou”, da  Editora Senac, escrito por Concetta Mercelina e Cristiana Couto.

 

Cuidado ao abrir esse livro no período da noite. Provavelmente ele provocará um efeito semelhante ao causado pelo café na maioria das pessoas: fará você perder o sono. Isso porque você não conseguirá interromper a leitura desse fascinante e instrutivo passeio pelo mundo do café, escrito por duas especialista, Concetta Marcelina e Cristiana Couto, que se uniram para o novo volume da série Sou. Acaba de sair, quentinho, cheio de sabor, aroma e informação, o livro “Sou Barista” (190 páginas, R$ 35,00), lançado em parceria da Editora Senac São Paulo com Editora Senac Nacional.

A obra tem o raro mérito de ser direcionada para o profissional – o barista – e também para curiosos, mesmo os leigos. “O objetivo principal do livro é falar de café, desde a semente até a xícara e, passando pelos métodos de preparo e, finalmente, pelas técnicas do barista”, diz Concetta.

O tema é cada vez mais instigante para o público brasileiro. O crescimento do consumo de café especial e gourmet no Brasil, nos últimos dez anos, tem aumentado o interesse pelo assunto e, ainda, a demanda por uma profissão relativamente nova no País: o barista!

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic), 37% dos brasileiros tomavam café fora de casa em 2008. Destes, 11% preferem o tipo espresso. De acordo com o livro, esse panorama é resultado do aumento de opções de locais para se tomar café de qualidade. Na última década, a cidade de São Paulo foi o palco para a difusão das cafeterias. Esse boom não se restringiu apenas à capital paulista. Cidades como Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte e Brasília também ganharam locais para degustação de diversas qualidades e origens de café.

Diante deste crescimento de mercado, a profissão do barista tornou-se fundamental. As autoras explicam que este profissional tem a função de promover os diferenciais do grão e da bebida, fazendo o elo final da cadeia de qualidade entre o produtor e o consumidor.

O barista é também responsável por apresentar diversas versões para ajudar a quem saboreia a perceber que todo café não é igual. Além do preparo de café, também faz parte do trabalho a limpeza e organização tanto dos equipamentos e utensílios quanto do local de trabalho.

O livro mostra ainda que, para a bebida ficar perfeita, o barista precisa ficar atento a detalhes, tais como frescor do café utilizado, precisão de temperatura e pressão do equipamento, torra correta, limpeza do equipamento, cuidados com os grãos, dosagem e compactação corretas e espessura da moagem.

Em linguagem acessível, as autoras mostram um panorama da história do café, seu mercado no Brasil, as diversas formas de plantio até a colheita, a classificação e os processos de moagem e torrefação e preparo da bebida. Trazem, ainda, informações sobre o profissional barista, seu surgimento, funções e técnicas.

 

Sobre as autoras

 

Concetta Marcelina

Docente nos cursos de barista do Senac São Paulo, é jurada certificada do Concurso Nacional de Barista desde 2003. É certificada como barista pela Special Coffee Association from Europe (SCAE), com diversos cursos de degustação e classificação de café.

 

Cristiana Couto

Jornalista de gastronomia, é doutora em História da Ciência. É colaboradora de diversas publicações sobre gastronomia e autora de Arte de Cozinha, publicado pela Editora Senac São Paulo.

 

Ficha Técnica

Sou Bartista

Autor: Concetta Marcelina e Cristiana Couto

Editora: Editora Senac São Paulo e Editora Senac Nacional

Preço: R$ 35,00 (sugerido)

Número de páginas: 190

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS