Cada vez mais o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, é marcado por reflexões sobre qual o papel da mulher na sociedade e, principalmente, sobre a inserção feminina em um tema que se tornou fundamental: a educação financeira. Por isso, o Jornal Coroa Metade traz aqui uam boa dica de leitura

O educador financeiro Reinaldo Domingos lançou o livro “Eu mereço ter dinheiro – como ser feliz para sempre na vida financeira” (Ed. DSOP, 104 páginas, R$ 29,90) que, com divertidas analogias, leva a uma viagem ao mundo dos contos de fadas, traçando um paralelo dessas histórias com a realidade financeira da mulher moderna. Com maestria e linguagem despojada, Domingos mostra que é possível romper muitas das barreiras que impendem que as mulheres conquistem sua plenitude financeira.

“Sempre quis escrever um livro especial para a mulher, no qual pudesse demonstrar sua importância para a prosperidade do nosso mundo. Também queria mostrar que a mulher pode realizar tudo o que deseja e sonha. Muitas tentativas foram feitas, mas, falar de dinheiro para a mulher é delicado. Como várias das personagens deste livro, continuei buscando um caminho, e eis que em um passe de mágica a solução surgiu claramente: falar à mulher tendo como intermediárias as heroínas dos contos de fadas”, conta o autor.

 

Veja uma “pequena degustação”, voltada para as mulheres, apresentada por Domingos, com dez passos que norteiam o livro e que mostram que no caso da vida financeira é possiível, sim, “ser feliz para sempre”:

1º Passo: Despertar. A Bela Adormecida representa a mulher acomodada, mostrando que às vezes, tudo o que você precisa é abrir os olhos, se levantar e andar pra frente! Já é hora de acordar!

2º Passo: Merecer. O conto da Cachinhos Dourados mostra os resultados de ser inconsequente financeiramente. Através dele o autor explica o porquê da necessidade do cuidado com o que você deseja! Pessoas movidas por impulsos quase sempre erram demais.

3º Passo: Diferenciar. A partir da história da Pequena Vendedora de Fósforos Domingos mostra a mulher delirante. O autor delimita a diferença entre sonho e delírio. Sonho é um objetivo de vida e delírio é algo que nos abate quando estamos com febre.

4º Passo: Cortar. A Pequena Sereia se mostra equivocada em suas escolhas. “Amadurecer é reconhecer o que faz parte da sua essência e saber abrir mão de tudo aquilo que não faz”, diz o autor.

5º Passo: Modificar. Ensina que, como a Rapunzel, é necessário ser forte, porque, se você não depositar a sua fé em si mesma, ninguém mais o fará.

6º Passo: Planejar. Mostra a Cinderela como uma estrategista. Todo mundo nasce com habilidades especiais! Você já descobriu quais são as suas?

7º Passo: Decidir. A partir do conto da “influenciável” Chapeuzinho Vermelho, você questiona se veio ao mundo para influenciar pessoas ou para ser influenciada;

8º Passo: Enxergar. A Bela representa a mulher previdente. O texto traz uma importante reflexão: você quer ser uma pessoa que tem dinheiro ou apenas uma pessoa que aparenta ter dinheiro?

9º Passo: Controlar. A personagem Menina dos Sapatinhos Vermelhos (descontrolada) mostra que você precisa aprender a controlar o seu dinheiro. Do contrário, ele acabará controlando você.

10º Passo: Guardar. O autor demonstra, através da dependente Branca de Neve que você precisa ter prazer em ter dinheiro! “O erro da maior parte das pessoas é que elas têm prazer em torrá-lo ao invés de guardá-lo”, diz. E indaga: ”já se confirmou em passar seus dias como a Branca de Neve, morando de favor na casa de sete anõezinhos mal-humorados, que faziam que ela lavasse, passasse, cozinhasse e costurasse em troca de um teto?”

Promoção - Durante todo o mês de março, a Editora DSOP estará com uma promoção especial para as mulheres. Na compra de um exemplar do livro Eu mereço ter dinheiro! as mulheres ganham um “Apontamento de Despesas” personalizado. Para saber mais acesse: www.dsop.com.br.

Sobre o autor e sua metodologia: Todos os livros se baseiam na Metodologia DSOP de Educação Financeira, criada por Reinaldo Domingos, que conquistou sua independência financeira aos 37 anos de idade. A Metodologia DSOP tem uma abordagem diferenciada do tema, que não se restringe a planilhas e cálculos matemáticos. Trabalha o lado comportamental do uso do dinheiro e ensina as pessoas a fazerem uso racional e responsável do dinheiro, porém, com foco na realização de seus sonhos e no poupar para atingir a sonhada independência financeira.

Sobre a Editora DSOP: A Editora DSOP é a primeira no país especializada em Educação Financeira. A aposta nesse segmento é motivada pela certeza de que muitas pessoas precisam de orientação para lidar com dinheiro de forma responsável e sustentável. Os livros da Editora DSOP preparam adultos, jovens e crianças a terem autonomia financeira sem abrir de seus sonhos. O resultado é um catálogo de mais de 20 livros, entre eles duas séries infantis, um título juvenil e a primeira coleção didática de educação financeira para o Ensino Básico, adotada em várias escolas do país.

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS