O projeto abarca os mais variados gêneros musicais, com destaque para os representantes da nova cena musical paulistana. A próxima etapa do “Diversi São Paulo”, que tem a curadoria de professor, produtor e agitador cultural Mauro David Cukierkorn, acontece no próximo sábado, dia 9 de abril, com a apresentação do grupo “Pra lá de 30”.

 

Grupo Pra Lá de 30 se apresenta na Unibes Cultural

Grupo Pra Lá de 30 se apresenta na Unibes Cultural

Nos sábados do mês de abril, a Unibes Cultural recebe o Projeto Diversi São Paulo, que abarca os mais variados gêneros musicais, com destaque para os representantes da nova cena musical paulistana. A estreia do projeto, que tem a curadoria de Mauro David Cukierkorn, aconteceu no dia 2, com a apresentação de duas bandas que representam a nova geração do rock paulistano: Garotas Suecas e Holger.  No próximo sábado,  9 de abril,  acontece às 20h a apresentação do grupo de samba “Pra Lá de 30”, que lança o cd “Bom Dia Alegria”, com composições de Wimer Bottura. O cd conta com a canção “Paulicéia Desvairada” que, como o nome diz, homenageia a cidade de São Paulo. O ingresso custa R$ 40,00 (inteira) e R$ 20 00 para estudantes, pessoas a partir de 60 anos de idade e portadores de deficiência.

No dia 16 de abril, o Diversi São Paulo receberá o grupo Filarmônica de Pasárgada, com um show, a partir das 20h, baseado no seu novo cd, o “Rádio Lixão”. O grupo foi premiado em diversos festivais e tem participações importantes em trabalhos como o EP “Tribunal de Feicebuqui”, de Tom Zé.

Fechando o mês de abril, no dia 30 (dia 23 não tem haverá programação), o projeto receberá um show da banda cigana Jiva. O universo cigano da cidade de São Paulo ocupará os diversos espaços da Unibes Cultural através de apresentações e manifestações artísticas, como teatro, malabares e, ainda, um debate sobre a vida cigana em São Paulo. Apenas o show é cobrado. As demais atividades do dia 30 têm a entrada gratuita.

 

Sobre o curador do projeto

          Mauro David Cukierkorn, o “Professor Mauro”, atuou como professor em vários colégios e cursos pré-vestibulares de São Paulo, ministrando aulas de História. Entre esses estabelecimentos educacionais estão os colégios Pentagono, Pueri Domos e Ofélia Fonseca e os cursos pré-vestibulares CPV, Universitário e Anglo. Também é autor de materiais didáticos para vestibulares e ENEM.

Na TV Cultura, Cukierkorn participou do programa “Turma da Cultura”, no quadro “Vírgulas do Professor Mauro”. Como produtor cultural, trabalhou em casas e centros culturais como Inferno, Urucum, IDCH e Centro Cultural Rio Verde.
O “Professor Mauro” produziu vários músicos e bandas, como Gérson Conrad, Lanny Gordin, e Samba Soul. Atualmente, a produtor do sambista Zé Maria Dias.

É autor de projetos como “Lado A” (Lado Autoral), onde músicos de bandas conhecidas mostravam seu trabalho solo; “Pelota e Violão”, sobre futebol e música; e “Cantando a Nossa História”, onde a história brasileira era contada através da música.

Mauro David Cukierkorn: professor, produtor e agitador cultural

Mauro David Cukierkorn: curador do Diversi São Paulo

 

Sobre a Unibes Cultural

O projeto conta com o apoio da Unibes Cultural, espaço de convivência democrático, que oferece a São Paulo uma vasta programação de Arte, Cinema, Teatro e Música. Esse importante centro paulistano surgiu em 2015, quando a centenária entidade assistencial Unibes expandiu sua área de atuação. Sua sede ocupa o prédio onde funcionou por 12 anos o Centro de Cultura Judaica, no bairro do Sumaré, em São Paulo.

Por acreditar que a cultura é um dos principais pilares para o desenvolvimento humano, a Unibes (União Brasileiro Israelita do Bem-Estar Social), uma das principais empresas do terceiro setor, aceitou o desafio de gerir um centro cultural que consolidasse o ciclo da promoção social. Há 100 anos, a instituição colabora, por meio de programas que atuam nas áreas de capacitação humana, apoio a saúde e educação, para a formação de para cidadãos críticos, autônomos e conscientes de seus direitos e deveres. A inauguração um grande centro cultural de convivência coletiva, aberto a riqueza da diversidade e que estimula a troca de conhecimento entre todas as idades, ampliou a vocação da Unibes e solidifica o seu papel e sua importância na cidade de São Paulo.

 

Veja os próximos eventos do projeto Diversi São Paulo

 

Dia 9 de abril

Show do grupo de samba “Pra Lá de 30” (às 20h)

Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 para (estudantes, pessoas a partir de 60 anos de idade e portadores de deficiência).

O grupo Pra Lá de 30, cuja identidade se caracteriza pela versatilidade de seus integrantes, que transitam por vários gêneros da música brasileira, como baião, frevo, xote, choro e música erudita, tem o samba como viga principal. O grupo está lançando seu primeiro CD, “Bom Dia Alegria”.

O grupo é liderado por Tiago André, violonista com formação erudita, compositor, arranjador e vocalista conhecido por seu amplo repertório, que inclui músicas dos primórdios do samba e raridades de importantes compositores contemporâneos. O grupo é formado ainda por Vinícius Batucada (percussão), Renato Passarinho (voz e percussão) e André KaGeDe (cavaquinho). O CD “Bom Dia Alegria” tem a parceria do compositor Wimer Bottura, parceiro de Tiago André em algumas composições e autor de todas as músicas do CD.

Momento de um show

Momento de um show

Após se apresentarem nos mais notáveis bares da cidade, como Pau Brasil, Mada, Bom Motivo, Meirinha, Dedo de La Chica, Club da Cana, Olaria Bar, Artilheiros, Magnólia, Bar do Alemão e Reserva Pinheiros, cinco músicos conhecidos nas rodas de samba de São Paulo resolvem se unir. Em maio de 2013 criaram o grupo Pra Lá de 30.

O nome Pra la de 30 surgiu em função da amplitude do repertório, que passeia pelos os vários estilos do samba, com composições de mestres como Donga a Wilson Batista, Noel Rosa e Ismael Silva. Frequentemente indagados sobre de quando era “tal música”, respondiam: “é muito antiga, de prá lá de trinta”!

 

Dia 16 de abril

Grupo Filarmônica de Pasárgada (às 20h)

Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 para (estudantes, pessoas a partir de 60 anos de idade e portadores de deficiência).

Filarmônica de Pasárgada - crédito da foto: Inês Bonduki

Filarmônica de Pasárgada – crédito da foto: Inês Bonduki

A banda paulistana Filarmônica de Pasárgada lança seu segundo CD, “Rádio Lixão”, pelo selo Coaxo do Sapo, de Guilherme Arantes, com produção musical de Alê Siqueira (Tribalistas, Tom Zé, Maria Bethânia…), projeto gráfico de Guto Lacaz e participações especiais de Tom Zé, Guilherme Arantes, Kassin e Tatá Aeroplano. O CD contou com apoio do Programa de Ação Cultural (ProAC), edital da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. A Filarmônica de Pasárgada foi formada em 2008 por alunos do curso de música da ECA-USP.

Em 2013, o grupo lançou seu primeiro disco “O hábito da força”, também produzido por Alê Siqueira e com participações de Ná Ozzetti e Luiz Tatit. A banda participou da gravação do EP “Tribunal do Feicebuqui” (juntamente com Emicida, Trupe Chá de Boldo, O Terno e Tatá Aeroplano) e do CD “Vira Lata na Via Láctea”, ambos do compositor Tom Zé. Foi vencedor da 17ª edição do Programa Nascente da USP, do I Festival da Canção da UNICAMP e do 41º Festival Nacional da Canção (FENAC-MG) com a canção “O seu tipo”. A banda foi premiada em importantes festivais da canção como Festival Botucanto, FAMPOP, Festival de MPB do Conservatório de Tatuí e Festival de Música da Ilha Grande-RJ.

 

Dia 30 de abril

Show da Banda Jiva e várias atividades com a temática cigana.

Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 para (estudantes, pessoas a partir de 60 anos de idade e portadores de deficiência).

O evento traz o show da banda Jiva (às 20h). Além disso, o universo cigano da cidade de São Paulo ocupará os diversos espaços da Unibes Cultural através de apresentações e manifestações artísticas, como teatro, malabares e debate sobre a vida dos ciganos na cidade de São Paulo. Apenas o show é cobrado. Quem quiser ir para as outras atividades tem entrada franca.

 

Serviço:

Local: Unibes Cultural (rua Oscar Freire, 2.500 – Telefone 3065-4333).

Quando: aos sábados, dias 9, 16 e 30.

Duração dos shows: 80 minutos.

Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (estudantes, pessoas a partir de 60 anos de idade e portadores de deficiência).

Capacidade do Teatro: 296 lugares.

Forma de pagamento: dinheiro ou cartão de débito Visa e Master.

Acesso para deficientes: sim. Lugares especiais para deficientes: sim

Censura: 14 anos.

Estacionamento: Cap Park (rua Oscar Freire 2617) e W Park (rua Amália de Noronha, 127).

Ar-condicionado: sim

Cafeteria Unibes Cultural: Café expresso, R$ 4,00; Capuccino, R$ 4,50; Água, R$ 3,50; Refrigerante, R$ 4,00; Sucos naturais, R$ 6,00; Cerveja long neck, R$7,00; Salgados, a partir de R$ 4,50; quiches variados, R$ 6,00; Tartine de queijo de cabra, R$ 8,00. O café aceita cartão de crédito e débito, bandeira Visa e Master.

 

 

 

 

 

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS