Pesquisas realizadas em 2013 pelo site de relacionamento Coroa Metade (www.coroametade.com.br), com 2.427 usuários a partir dos 60 anos de idade e 7.563 usuários a partir dos 50 anos, trouxeram resultados “surpreendentes”: os homens,  proporcionalmente, querem casar mais que as mulheres (veja quadros abaixo). O site, idealizado e criado pelo jornalista Airton Gontow, completou recentemente 22 meses de “vida”. (matéria publicada em outubro de 2013 e atualizada agora)

Coroa Metade é voltado para o público maduro

Para Paulo Tessarioli resultado da pesquisa não surpreendeu

Segundo o psicólogo Paulo Tessarioli, especialista em sexualidade, na verdade não surpreende que boa parte das mulheres mais maduras não queira casar. “As mulheres estão cansadas de casar sonhando com um companheiro e, depois, descobrirem que adotaram ‘filhos’. Muitas reclamam que foram casadas uma ou duas vezes e os maridos ficavam sentados, no sofá, vendo futebol na televisão e não ajudando em nada na casa. Por isso, dizem que buscam um namorado para compartilhar os bons e maus momentos da vida, mas cada um  em sua casa. Já os homens mais velhos muitas vezes ainda procuram por uma mulher que cuide deles”, diz Tessarioli.

 

Pesquisa realizada com homens e mulheres a partir dos 60 anos de idade.

(através do perfil de 2.427 pessoas)

 

Procuram             Homens      Mulheres

Sexo                           28%                 7%

Ficar                           25%                 2%

Casamento                 29%                21%

Romance                    41%                44%

Amizade                      53%                50%

Namoro                       62%               75%

 

 Pesquisa realizada com homens e mulheres a partir dos 50 anos de idade.

(através do perfil de 7.563)

 

Procuram             Homens      Mulheres

Sexo                            36%                7%

Ficar                           26%                3%

Casamento                 25%               22%

Romance                    38%               38%

Amizade                     47%               49%

Namoro                      60%               71%

 

 

 

Números gerais do site Coroa Metade*

75 mil cadastros

13,5 milhões de páginas vistas

980 mil visitantes

54% de mulheres

46% de homens

42% entre 40 e 49 anos

38% entre 50 e 59 anos

16% entre 60 e 69 anos

4%   acima de 70 anos

57% com formação superior

*atualizados dia 25 de setembro

 

 

Sobre o site Coroa Metade

O site Coroa Metade (www.coroametade.com.br), que completou recentemente 22 meses de existência, foi criado pelo jornalista Airton Gontow. Nesse período, o Coroa Metade ultrapassou a marca de 13,5 milhões de páginas vistas, 980 mil visitantes, 75 mil cadastros e 7,6 mil assinaturas. “Não é todo mundo que procura pela sua cara metade. Há pessoas que pela faixa etária, pela falta de vontade de frequentar baladas ou de se expor a apresentações feitas por amigos e parentes procuram na Internet alguém com os mesmos valores e objetivos para compartilhar os bons momentos da vida a dois. É para essas pessoas que criamos o Coroa Metade, o  site de relacionamentos para quem está na melhor parte da vida”, diz o jornalista Airton Gontow, que criou o site com base na sua história* pessoal e também nas histórias de diversos amigos que estavam solteiros ou separados aos 40 anos e vivenciaram as dificuldades para se encontrar pessoas para uma relação estável.

O preço da assinatura mensal é de R$ 37,90. A trimestral sai por R$ 74,70 (em até 3 X de 24,90 com cartão de crédito) e a semestral à vista por R$ 113,40 (que equivale a R$ 18,90 por mês, ou seja, 50% de desconto em relação ao preço da assinatura mensal) ou R$ 125,40 a prazo (em até 6 X de 20,90, com cartão de crédito).

O Coroa Metade segue os famosos modelos de matchmaker, sites de encontros, surgidos nos Estados Unidos, onde as pessoas preenchem amplos cadastros antes de começar a teclar. O objetivo é traçar o perfil pessoal do eventual parceiro (a) e assim aumentar as chances de encontrar alguém que realmente valha a pena.  “Vimos em nossas pesquisas e encontros realizados com grupos que têm o perfil do site, que a idade torna as pessoas mais seletivas. São homens e mulheres que não têm tempo a perder em encontros sem sentido, mas que ainda acreditam que é possível encontrar a sua coroa metade”, afirma Gontow, que acrescenta: “Buscamos garantir aos nossos usuários a oportunidade de conhecer pessoas interessantes, com discrição, foco e privacidade”.

Airton Gontow, diretor do Coroa Metade

Nos Estados Unidos, nos últimos três anos aumentou em 39% o número de pessoas  a partir de 55 anos que usam sites de relacionamentos, segundo dados da empresa Experian Hitwise.  Após mais de um ano de pesquisas, Gontow e equipe chegaram à conclusão de que no Brasil, o primeiro site de relacionamentos voltado exclusivamente ao público maduro poderia ser direcionado para pessoas a partir dos 40 anos de idade.

O nome Coroa Metade é uma grande sacada, por resumir em duas palavras o objetivo do site e, claro, remeter à conhecida expressão “procuro pela minha cara metade”. Mesmo assim, Gontow só decidiu que esse seria mesmo o nome após meses de exaustivas pesquisas de opinião em diferentes lugares de São Paulo e Porto Alegre, sua cidade natal. “Perdemos algumas pessoas que não querem ser chamadas de coroas, mas o nome teve 84% de aprovação. De maneira geral, as pessoas percebem que é um nome carinhoso e, acima de tudo, hoje a moda não é esconder a idade, mas mostrar que tem saúde e qualidade de vida, na idade que a pessoa tem”, afirma.

“Em menos de dois anos de vida já temos 21 casamentos realizados, além das pessoas que estão namorando firme mas ainda não moram juntas. Brinco sempre que sou um dos poucos empresários que festejo a cada cliente que perco”, acrescenta Gontow.

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS