Nutrientes essenciais para o bom funcionamento do sistema neurológico,  os ômegas não estão presentes na maioria dos alimentos do tradicional cardápio do brasileiro. Apostar em suplementos elaborados a partir de óleos de peixes é uma forma prática de garantir a dose diária indicada pelos médicos.

Os suplementos alimentares são destinados a suprir carências nutricionais do organismo e são alternativas práticas para garantir a ingestão de nutrientes que normalmente não estão presentes na alimentação. Este é o caso dos ômegas, que são abundantes em peixes de águas profundas, como o salmão e o atum. Para as pessoas que não têm acesso diário a estes alimentos, a utilização de suplementos é uma boa forma para obter os benefícios dos ômegas. 

Cerca de 60% da massa cerebral é formada de ácidos graxos. Isto porque as fibras constituintes do cérebro são compostas, basicamente, de lipídeos, elementos essenciais para realização de neurotransmissões. Sem a quantidade suficiente de ômega-3, a estrutura cerebral pode se alterar, comprometendo o processo de neurotransmissões e, em casos mais graves, acarretar perda de memória.

 

Um das alternativas de  mercado é o  Vital Fish, óleo de peixe em cápsulas, rico em ômega-3, para suplementação alimentar, lançado pela Vital Âtman, empresa especializada no desenvolvimento de óleos prensados a frio, processo que mantém as propriedades naturais do produto.  Segundo a Vital Âtman,  “os componentes presentes no Vital Fish, que pode ser encontrado em drogarias de todo o país, proporcionam ações anti-inflamatórias, antioxidantes e neuroprotetoras”.

 

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS