Segundo o autor, a obra ajudará o leitor a identificar o mau uso da emoção e o gasto desnecessário de energia.

Capa do livro

Capa do livro

Que nos perdoem os passionais, mas controlar as emoções é fundamental! Em uma sociedade altamente competitiva, se as pessoas não forem capazes de gerir suas emoções, será quase impossível viver sem esgotar o cérebro. Esse é o tema principal de “Gestão de Emoção” (R$ 21,90, 210 páginas), novo livro do psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor Augusto Cury , lançado pela Benvirá, selo de ficção e não ficção da Editora Saraiva. De acordo com o autor, a chamada gestão da emoção é o alicerce de todos os tipos de coaching: desempenho profissional e pessoal, gestão de pessoas, gestão de carreira, inteligência financeira, otimização do tempo, construção de relacionamentos. “Sem ela, nenhum dos demais treinamentos atinge o resultado desejado”, afirma.

Segundo Cury, “estamos esgotando a nossa mente ao ruminar perdas e mágoas, sofrer pelo futuro, preocupar-nos muito com a opinião das pessoas, ter a necessidade neurótica de mudar os outros e cobrar demais de nós e de quem está ao nosso redor. Ao agir assim, podemos ser ótimos para a empresa em que trabalhamos, mas nos tornamos carrascos de nosso cérebro e de nossa qualidade de vida”. No livro, o autor ajuda a identificar o mau uso da emoção e o gasto desnecessário de energia e apresenta um programa constituído de inúmeras técnicas fundamentais para conquistar uma mente livre e uma emoção saudável.

As Técnicas de Gestão da Emoção (TGEs) expostas são essenciais não apenas para os profissionais das mais diversas áreas, mas também para a saúde psíquica de pessoas de todas as idades.

Sobre o autor:

Psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor, Augusto tem Cury escreveu diversos livros de ficção e não ficção. Sua obra foi publicada em mais de 70 países e vendeu cerca de 25 milhões de exemplares somente no Brasil. Autor da Teoria da Inteligência Multifocal, que estuda a formação do “Eu”, os papéis da memória e a construção dos pensamentos, é um dos poucos pensadores vivos cuja teoria é objeto de estudo em cursos de pós-graduação. Cury criou o programa Escola da Inteligência para ser introduzido na grade curricular, com enfoque na educação da emoção e no desenvolvimento da inteligência. Seu instituto Menthes promove cursos para adultos e crianças para o desenvolvimento da qualidade de vida e da excelência emocional.

 

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS