Após a exibição, o professor Donizetti Louro, da PUC-SP, fala sobre o filme e debate com o público, com a mediação do multicultural José Luiz Goldfarb, coordenador da #RedeMIS. O evento, que acontece sempre no primeiro domingo de cada mês, está marcado para o dia 1º. de junho, das 16h às 19h. A entrada é franca.

 

Cena do filme “A Prova”

São Paulo – Dentro do Núcleo de Redes Sociais do Museu da Imagem e do Som (MIS), de São Paulo, a #RedeMIS faz no dia 1º. de junho, domingo, das 16h às 19h, mais um evento do ciclo #CineCiência, série de apresentações de filmes, seguidas de debates, abordando a interface entre o Cinema e a Ciência.  O filme exibido será “A Prova” (EUA, 2005 – 99 minutos), dirigido por John Madden (mesmo diretor de “Shakespeare Apaixonado) e baseado na peça escrita por  David Auburn que fez grande sucesso na Broadway. Tem elenco formado por nomes como Gwyneth Paltrow (recebeu indicação ao Globo de Ouro de melhor atriz), Anthony Hpkins, Jake Gyllenhal, Hope Davis, Anne Wittman e Leigh Zimmerman.

Após a exibição, o professor Donizetti Louro, da PUC-SP, fala sobre o filme e debate com o público, com mediação do multicultural José Luiz Goldfarb.

O filme conta a história de Catherine (Gwyneth Paltrow), que cuidou do pai, um famoso matemático (Anthony Hopkins), com sérias complicações mentais, durante os últimos cinco anos de sua vida. Catherine estuda Matemática, assim como o pai e é influenciada ainda mais por ele nesse longo período que passam juntos, mas luta para não ser influenciada também por sua loucura.

Antes de morrer, o matemático deixa diversos cadernos com anotações. Um de seus alunos, amigo de Catherine, encontra em um dos cadernos um novo e revolucionário teorema matemático, que pode ser importantíssima para o futuro da Ciência. Entre vários enigmas, está a dúvida sobre quem realmente escreveu “a prova”: Catherine ou seu pai nos últimos momentos de lucidez?

Sobre o #CineCiência

Os encontros do #CineCiência acontecem desde março, no primeiro domingo de cada mês, sempre com a apresentação de um clássico, comentado por um especialista na área científica em questão e com a mediação de José Luiz Goldfarb, coordenador da #RedeMIS. O debate é sempre transmitido via Twitter, permitindo que pessoas que conheçam o filme e o tema, mas que não estão presentes no MIS, também possam participar do evento.

Lançada em 2010, a #RedeMIS, núcleo de atividades voltadas para a difusão e debate sobre as redes sociais, já realizou quase uma centena de oficinas sobre o uso e aplicação do Twitter em diversas áreas de atuação. Organizou calorosos debates sobre o significado e consequencias das novas mídias digitais nas vidas pessoais e profissionais. “Um ponto esteve sempre em evidência em nossa experiência: o caráter multifacetado no novo mundo que se apresenta no horizonte”, diz Goldfarb. “E foi justamente buscando desenvolver este conceito que lançamos o ciclo #CineCiência, que visa estabelecer um diálogo entre diversas atividades humanas, como a interface entre a Sétima Arte e a Ciência”, completa Goldfarb.

De acordo com o coordenador da #RedeMIS, é possível conhecer como diretores levaram para a telona o fantástico das novidades científicas e tecnológicas.

 

Sobre o debatedor, Donizette Louro

Após o filme, acontece um debate com o professor Donizette Louro

Professor e pesquisador do Departamento de Computação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e presidente do Instituto de Matemática e Arte de São Paulo – IMA, atua na Área de Simulação e Controle com foco em Desenvolvimento de Sistemas de Realidade Virtual Interativos, Arte Computacional Interativa, Sistemas de Aprendizagem, Visão Computacional e Informática Médica.

Em Educação, desenvolve projetos de ensino e aprendizagem com metodologia ativa. Estuda interfaces com analytics e big data, fundamentados no desenvolvimento de modelos matemáticos e computacionais. Em Ciência e Tecnologia desenvolve projetos de P & D & I e governança estratégica.

Membro do Grupo de Pesquisa em B.C.I. (Brain Computer Interface) do Instituto de Matemática e Arte de São Paulo, atua em Inteligência Artificial e Tecnologias Cognitivas. É também diretor de Inovação e Fatores Humanos da Associação Brasileira de Engenharia Clinica – ABEClin;  diretor do Comitê Executivo do International Higher Education Teaching and Learning Association – HETL, NYC – EUA; membro do Comitê Científico do Slactions – Conferência de Pesquisas sobre Mundos Virtuais – Aprendizagem com Simulações; colaborador do Instituto de Computação Grafica e Engenharia Biomédica da George Washington University; consultor em Inovação e Sistemas Adaptativos com foco em performance, cuidados com a saúde e bem estar e professor nos cursos de Jogos Digitais, Engenharia Biomédica e Medicina. Atua no Brasil e Exterior, com projetos dersenvolvidos em mais de 50 países.

 

 

Sobre o mediador José Luiz Goldfarb

José Luiz Goldfarb, coordenador da #RedeMIS

Possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo (1978), mestrado em Filosofia e História da Ciência – McGill University, Canadá (1980) e doutorado em História da Ciência pela Universidade de São Paulo (1992). Atualmente é professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, vice-coordenador do Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência para o Biênio 2011/2013 e presidente da Cátedra de Cultura Judaica da PUC SP. É também coordenador do Programa de incentivo à leitura: Rio: uma cidade de Leitores, da Secretaria de Educação da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro. Assessor da Presidência para comunicação digital e redes sociais da Associação Brasileira ‘A Hebraica’ de São Paulo. Tem experiência na área de História, com ênfase em História das Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: história da ciência e ciência no século XVII, influências herméticas em Isaac Newton, ciência e religião, história da ciência no Brasil; bibliotecas públicas, políticas públicas de promoção do livro e da leitura, judaísmo, cinema, e elaboração, produção, viabilização e implantação de projetos e eventos culturais, e gestão de presença em redes sociais.

 

 

 

  

Ficha Técnica

Nome: #CineCiência (filme e debate);

Filme: “A Prova” (EUA, 2005, 99 minutos), dirigido por John Madden, com elenco formado por nomes como Gwyneth Paltrow, Anthony Hpkins, Jake Gyllenhal, Hope Davis, Anne Wittman e Leigh Zimmerman;

Quando: todo o primeiro domingo de cada mês, a partir das 16h (a previsão é que o evento termine por volta das 19h);

Exibição: dia 1 de junho;

Debatedor: Donizette Louro, professor da PUC-SP

Coordenador da #RedeMIS: José Luiz Goldfarb;

Onde:  Auditório LabMIS do Museu da Imagem e do Som (MIS), na avenida Europa, 158 – Jardim Europa – São Paulo – tel: 11-2117-4777 – www.mis.sp.org.br

Número de lugares:  60

Entrada: franca (retirada do ingresso uma hora antes do início do filme).

Público-alvo: Pessoas apaixonadas por Ciência e Cinema, assim como estudantes de Letras e de Jornalismo, jornalistas e pessoas interessadas em debater mídias sociais.

Inscrições: 11-2117-4777, ramal 402

Estacionamento conveniado: R$ 8,00 (desde que a pessoa carimbe o estacionamento na recepção).

Acesso e elevador para cadeirantes

Ar-condicionado: sim

Realização: #RedeMIS

Apoio: Fundação Santa Maria

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

     

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS