Nutricionista Tereza Cibella dá dicas de alimentação adequada para curtir o Carnaval com saúde.

Começa nesta semana a grande festa popular brasileira: o Carnaval!  E para manter o pique nos dias de folia, é fundamental garantir que o corpo tenha energia. Segundo a nutricionista Tereza Cibella, o principal nutriente nesta época é o carboidrato. “Tanto antes quanto depois da festa, é importante ter alguma fonte de carboidrato, como massas, pães, batata e algumas frutas”, diz.

A nutricionista tem outras dicas para a massa – sem trocadilhos – de foliões.

A primeira delas é não sair de casa para pular o Carnaval em jejum, mesmo que a fantasia seja de faquir ou de Gisele Bundchen. Segundo Tereza, a falta de alimentação pode provocar fraquezas e até desmaios. “Um prato rápido de fazer, gostoso e bem nutritivo, que pode ser consumido antes da festa, é o macarrão ao sugo, suficiente para dar energia até amanhecer. Outra opção são os sanduíches com pães integrais, que dão mais saciedade e, aliados a alguma proteína, como atum ou queijo branco, formam uma refeição completa”, afirma.

Se é importante comer antes de partir para a folia, imagine depois, após tanta energia gasta. Para o depois da festa, Tereza sugere uma massa com molho vermelho ou com ervas, sempre acompanhado de uma proteína (como atum, carne ou frango). “Este tipo de prato ajuda a repor energias e é leve o suficiente para promover um sono tranquilo”, afirma, alertando, porém, que é sempre importante regular a quantidade antes de dormir.

Outra dica é evitar alimentos gordurosos, que deixam a digestão mais demorada e podem causar cansaço e indisposição.

Água também é fundamental. Tereza diz que ninguém deve esquecer da hidratação, já que os foliões perdem muito liquido pelo suor. É bom ter na cabeça, adaptada, a famosa marchinha: “Mamãe eu quero, mamãe eu quero, mamãe eu quero tomar. Me dá aguinha, me dá aguinha, me dá aguinha para eu não desidratar…”

A nutricionista aconselha:  “Abuse da água natural e de coco e de sucos de frutas. E, claro,  evite o excesso de bebidas alcoólicas. Além da ressaca, o álcool pode causar dores de cabeça e náuseas, devido a eliminação de sais minerais e nutrientes. E se beber, tente alternar, a cada meia hora, o álcool com um copo de água.”

Por fim, a clássica e sempre necessária recomendação: “Se beber, não dirija…”

 

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS